2008/10/24

Pressas para quê...

Li hoje um artigo no blog Instante Fatal que dizia qualquer coisa como o seguinte: Só há um radar no túnel do marquês, no sentido de descida, o que quer dizer que "E a subir é acelerar que se faz tarde. Lisboa fica para trás e o melhor é despachar e deixar os 50 à hora para os medrosos."

Termina com um "sejam prudentes".

Não vou falar aqui da necessidade de haverem radares para controlar os excessos de velocidade, nem do facto de que se circularmos todos a baixas velocidades (50 ou 30) "oferecemos" muito mais segurança aos peões, aos outros utentes da via e a nós próprios.

Vou só fazer umas continhas simples. Ora... se eu fizer o túnel do Marquês (mede 1Km desde a entrada a seguir ao Marquês até à saída após as Amoreiras) todo a 50Km/h demoro cerca de 1min:12seg. Se em alternativa, quisesse fazê-lo a "despachar" como diz o autor do artigo, digamos a 120Km/h, demoraria 0min:30seg. Vale a pena ir a pôr em risco a vida das outras pessoas e a nossa só para ganhar 42 segundos?

Como ouvi dizer uma vez no Alentejo: Vamos devagar para chegar depressa!

4 comentários:

Paulo Oliveira disse...

Este post devia ter a tag "Como eu consigo ser gay"

Sabes bem que não tem nada que haver peões no tunel do Marquês! E os radares só servem para fazer dinheiro, nunca foram inventados para salvar vidas! Costumas ver radares á porta de escolas??? Eles são sempre colocados em pontos pouco perigosos, de preferência rectas para se mais facil facturar. É tao simples quanto isto.

Por isso, algo mais educativo seria: http://www.speedcam.co.uk/gatso2.htm

Nota: Mesmo aqui longe consigo chatear-te! :)
(Não és homem não és nada se moderares este comentário)

Anónimo disse...

Olá..ando a tentar obter o seu livro 'Blogs', mas com pena vejo que está esgotado em todo o lado. Se souber onde posso adquiri-lo agradecia a informação. Sou jornalista (Diário deNotícias da Madeira), bloguista e estudante. Gostaria de usar o livro como bibliografia de uma trabalho académico.

Saudações

Sílvia Ornelas

José disse...

Cara Sílvia Ornelas,

penso que deve estar a falar deste livro: http://www.centroatl.pt/titulos/si/blogs.php3

Não sou eu o autor e não sei onde poderá comprar o livro. Já procurou em livreiros online? FNAC, Web Boom, etc?

Anónimo disse...

Já procurei. Está esgotado.

Sílvia